Filmes ‘nerds’ que mudarão sua perspectiva de vida

nash_hawking_turing_larroh

Tá precisando de um pouco de inspiração para batalhar por um sonho?!

Acreditem, até os gênios atuais tiveram muitos obstáculos para obter sucesso na vida profissional. E quando digo ‘sucesso’ não falo apenas de engrandecimento, menções honrosas e/ou dinheiro.
Nash foi diagnosticado esquizofrênico, Hawking luta até hoje contra uma doença degenerativa e Turing morreu em 1954 sem qualquer reconhecimento por ser homossexual (crime no Reino Unido na época) e só recebeu um ‘perdão oficial’ da rainha Elizabeth II em 2013!
Não foi fácil para nenhum deles. O sucesso foi sim o reconhecimento, mas também a realização pessoal.
O que mais acaba chamando atenção são os títulos, só que o que faz deles humanos e tão inspiradores é a verdadeira jornada que os trouxeram até aqui. Lutando pelos ideais mesmo com as dificuldades particulares.
A importância deles não está APENAS em um Nobel, um perdão real ou fama, mas no legado que cada um deles deixou para mundo.

UMA MENTE BRILHANTE (2002)

John Nash (Russell Crowe) é um gênio da matemática que, aos 21 anos, formulou um teorema que provou sua genialidade e o tornou aclamado no meio onde atuava. Mas aos poucos o belo e arrogante Nash se transforma em um sofrido e atormentado homem, que chega até mesmo a ser diagnosticado como esquizofrênico pelos médicos que o tratam. Porém, após anos de luta para se recuperar, ele consegue retornar à sociedade e acaba sendo premiado com o Nobel.

A TEORIA DE TUDO (2015)

Baseado na biografia de Stephen Hawking, o filme mostra como o jovem astrofísico (Eddie Redmayne) fez descobertas importantes sobre o tempo, além de retratar o seu romance com a aluna de Cambridge Jane Wide (Felicity Jones) e a descoberta de uma doença motora degenerativa quando tinha apenas 21 anos.

O JOGO DA IMITAÇÃO (2015)

Durante a Segunda Guerra Mundial, o governo britânico monta uma equipe que tem por objetivo quebrar o Enigma, o famoso código que os alemães usam para enviar mensagens aos submarinos. Um de seus integrantes é Alan Turing (Benedict Cumberbatch), um matemático de 27 anos estritamente lógico e focado no trabalho, que tem problemas de relacionamento com praticamente todos à sua volta. Não demora muito para que Turing, apesar de sua intransigência, lidere a equipe. Seu grande projeto é construir uma máquina que permita analisar todas as possibilidades de codificação do Enigma em apenas 18 horas, de forma que os ingleses conheçam as ordens enviadas antes que elas sejam executadas. Entretanto, para que o projeto dê certo, Turing terá que aprender a trabalhar em equipe e tem Joan Clarke (Keira Knightley) sua grande incentivadora.

Sinopses: AdoroCinema

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s